terça-feira, agosto 19, 2008

E agora???

Chicco versus Quinny...




Se por um lado adoramos o Quinny Buzz ( aqui em cima), também sabemos que custa uma pipa de massa, mas pelos vistos é o que tem a cadeirinha mais leve para transportar o Afonso, e digamos que isso é importante, já que eu vou ter que carregar com a cadeirinha e o Afonso lá dentro...



Por outro lado, o da Chicco (em baixo) traz mais coisas e o preço é menor... Para o preço ser mais baixo alguma coisa se perde não??? Já descobrimos que tem muitas peças em plástico, mas e o resto???







Não sabemos qual deles escolher...

2 comentários:

dona cegonha disse...

Pois é miga como ja te disse anteriormente é uma decisão lixada!!! Mas em termos de leveza, sim o Quinny é mt leve. E tens problema com a bagageira do carro? é k esses carros de 3 rodas (o quinny penso k seja dos k ocupam menos espaço)ocupam bue. A Srº da loja mostrou me o exemplo da Bebecar, e realmente akilo ficava enormeeee no fim de fechado!
E vais comprar as 3 peças? eu nao comprei a alcofa. Olha sabes k agora é uma boa epoca para comprar por causa dos saldos, e entretanto (nao sei como sao as outras marcas, mas a Quinny é assim) acaba a coleção e ficam la uns restos e dp nao temos grande escolha, e podemos ter o azar da nova coleção nao ter cores tao bonitas ja para nao dizer que coleção nova preço novo. Eu fiz a minha compra na Premaman, nao sei se ela loja existe perto de ti, mas aderindo ao cartao de cliente tem se 10% de desconto.

Jokas

quica disse...

Olá, parabéns pelo bebé, pelo filhote já "crescido" e por teres essas duas cadelas lindas. Eu também adoro cães e adorava ter uma dog alemão. Como não posso ofereci uma à minha mãe :). Adoro ver pessoas assim empenhadas em tratar um cão sendo da familia, porque são mesmo!

Quanto aos carrinhos, felizmente uma amiga vai oferecer-me o dela porque senão andava na mesma dúvida, mas não acho que o preço mais alto tenha a ver com melhor qualiade. Normalmente as marcas brancas são muito mais baratas e a qualidade é a mesma ou superior, apenas não se paga a marca. Em relação ao quinny acho que tem esse preço muito pelo design, o design também se paga. Por exemplo, eu adoro os da Stokke, e se tivesse muito dinheiro era desses que comprava, mas tenho total consciência que pagava muito o preço da marca e do design.

Acho que o mais impotante é o peso, a funcionalidade e a segurança.

Bjs