terça-feira, janeiro 27, 2009

Escolinhas e afins

De á uns tempos para cá o Rui Pedro tem-se queixado de uma funcionária da escola. Diz que lhe bate na cabeça, que o proíbe de jogar Nintendo nos intervalos quando os outros meninos estão a jogar, e como ele é muito lentinho a comer, não o deixa brincar a seguir no recreio., e gosta de baixar a auto-estima dos miúdos... Ora eu comecei-me a passar... A minha tia tentou falar com a I. ( a pessoa em questão), mas ela "arrebitou cabelo", e a minha tia acabou por não por os pontos nos is... Quando veio embora, a I. bateu ao Rui Pedro, e ameaçou-o dizendo que se voltasse a contar em casa para a proxima batia-lhe a doer...
Ora nem mais, a mim saltou-me a tampa. Mas que é a senhora para vir bater e ameaçar o filho dos outros???? Nestes casos há que ir directo á fonte e ontem falei com a directora... Ela pediu desculpa, disse que ia averiguar a situação, e para hoje lhe ligar.
Hoje liguei e.... disse-me que a história não era bem assim, e que os miúdos têm tendência a inventar/exagerar... Que a I. não o deixou ir para o recreio depois do almoço porque pensou que ele estava doente... E disse eu, doente tantas vezes???? E nós sem sermos avisados????? Pois não acreditei, claro. E que não lhe batia, empurrava-lhe a cabeça..... Pois, exacto, ele é que leva a mal não..... Bem, eu lá lhe disse que para mim as coisas eram como o Rui Pedro tinha contado, e ela estava a tentar proteger o estabelecimento... E que esperava que não voltasse a acontecer, ou no final do ano lectivo ele mudava de escola...
Acho que o caso ficou resolvido, mas o miúdo está cheio de medo...
E depois ainda soube que a mãe do P. ligou lá para a escola a fazer queixa da I. porque apertou o pescoço ao miúdo...
Que, mas esta gente anda parva??????
Tou furiosa! Se ela voltar a tocar no Rui Pedro, vou logo lá, e nem dou tempo para explicações....
E vou eu por o Afonso tão pequenino num infantário.... Ele não fala, não conta nada... Até as pernas me tremem....

13 comentários:

Segundo Olhar disse...

Pois, foi justamente isso que se passou com a minha irmã.

Ela tirou-os da escola. Façam o que acharem mais sensato.

Beijocas

Isabel disse...

Eu nunca passei por essa experiência, felizmente. Não sei como agiria...

Espero que consigam resolver a questão, e que o Rui Pedro deixe de ter medo...

Que situação chata.

Beijinhos

Estrela Cadente disse...

Isso assim é uma chatice, depois não querem que uma pessoa parta para a violência, mas a mim os nervos alteram-se logo...
Imagino agora o menino ficou com medo.
Bj.

Rainha Mãe disse...

Lamento muito o que se está a passar, mas sei que nem em todos os infantários isso acontece. A minha filha esteve com a minha mãe até aos 2 anos e teria ficado mais 1 ano se ela não tivesse adoecido repentinamente. Felizmente nunca tivemos queixas da creche onde ficou, tanto que ainda hoje continua a frequentar o ATL na mesma instituição. Talvez por ser um sitio relativamente grande com várias valências e onde os dirigentes estão muito presentes. Contudo ela também não gosta de todas as auxiliares por igual. Mas acho que isso é normal.
Depois do que se passou penso que o melhor é mesmo mudares o menino de local não deixando de fazer queixa por escrito sobre a funcionária.
Beijos...

Sofia disse...

que incrivel... infelizmente nao e a primeira vez que oico historias destas, mas nao percebo como as funcionarias das escolas se permitem bater nas criancas.
se tens possibilidade de o por noutro sitio, talvez seja a melhor saida. e faz queixa oficial, pode ser que isso ajude outras criancas mais tarde, sei la...
bjs

Gambozina disse...

Que lata a da senhora! Ainda para mais ameaçar o teu filhote por ele ter contado. Eu sei que as crianças muitas vezes exageram, mas nunca ele poderia ter inventado isso.
Se não resolveres a bem a questão informa as autoridades competentes. Não sei se têm livro de reclamações, mas penso que sim. Será um bom ponto de partida escreveres no livro.
Beijos e cabeça fria!

MyStar's disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MyStar's disse...

Inacreditável, mas realmente é o que mais acontece e claro os miudos sao sempre os mentirosos...
Eu na altura que se passou isso com a minha filha, avisei a primeira, à segunda escrevi uma carta à escola com o conhecimento do ministério da educação, e por ultimo passei-me a serio e obriguei a mulherzinha a pedir desculpas à minha filha e avisei a que á proxima que ela se aproxima se da minha filha eu iria partir para a mais pura das minhas ignorancias.
Deu resultado!!!
Não deixes que isso continue, porque poderá reflectir se num futuro proximo do teu filho...
Bjos

Gambozina disse...

Obrigada!! As tuas dicas foram preciosas. O Quinny é o preferido do meu marido... e é muito giro! Eu estou indecisa com um da Bebecar. Há tanta coisa para escolher... mas tu foste de uma ajuda preciosa! Obrigada!
Beijinhos.

Ana e Kiko disse...

realmente, eu passava-me tb. Porra até fikei a pensar onde era, eu para já n tenho queixa do infantário do kiko, ele anda em s. mamede. Mas eu não sei o k fazia na tua situação. é mt chato.
Bjs

Rita Costa disse...

Olha minha querida se isso fosse comigo acho que não conseguia reagir tão bem como tu... saltáva-me a tampa na hora!!!

Mas acho que fizeste lindamente em falar com a directora e agora só tens mesmo é que estar atenta a todos os sinais que o Rui Pedro vá dando. E não te esqueças que não é pelo facto de ele deixar de falar no assunto que as coisas tenham necessariamente acalmado.

Mas em relação ao infantário do Afonso, tenta ter calma. Eu tenho 4 filhotes e todos eles entraram cedo para infantários e já passaram por vários (por motivos de mudança de residência) e nunca tive qualquer problema com educadora ou auxiliar.

Vamos pensar que essa situação do Rui Pedro é um caso isolado...

Beijinhos e muita calma

Mamã Pirata disse...

Dar um raspanete merecido é uma coisa bater na criança é outra.

A directora está avisada e pelos vistos n é um acto isolado.
Ela que se ponha fina.

bjs p vcs.

Sofia,Pedro e Joana disse...

Realmente, fiquei pasma...parece que há pessoas que andam a brincar, fizeste muito bem em esclarecer a situação. Mantém-te alerta porque o facto do teu filhote estar com medo denuncia alguma coisa...
Mil beijinhos,Sofia,Pedro e Joana